Funções do Excel – 40 Fórmulas Mais Importantes

Você já se perguntou quais são as funções do Excel mais importantes que você deveria conhecer e dominar?

O Microsoft Excel conta com uma grande quantidade de funções, no entanto, se você trabalha com planilhas algum tempo, então deve ter observado que algumas funções são mais utilizadas e, consequentemente, consideradas mais importantes do que outras.

Neste post, iremos te mostrar quais são as 40 funções do Excel mais importantes que você precisa conhecer para transformar tarefas complexas em tarefas simples. Este post é indicado para você que já trabalha com o Excel e também para você que é usuário iniciante e que está dando seus primeiros passos na criação de planilhas. Confira!

Funções do Excel – Matemática

Função SOMA

A função SOMA, provavelmente é a função mais básica e uma das funções do Excel mais usadas diariamente pelos usuários.

Com a função Soma é possível somar qualquer argumento inserido dentro da função, sejam estes números dentro de uma célula, ou até mesmo números inseridos diretamente na função.

Sintaxe: =SOMA(número1;[número2;,…)

Onde:

  • número1: Argumento obrigatório. Representa o primeiro número que deseja-se somar. Este número poder ser digitado na fórmula, uma referência ou até mesmo um intervalo de células, por exemplo: A1:A300.
  • número2…: Argumento opcional. Representa o segundo número que se deseja somar, por exemplo, A1;4.

Exemplo Função SOMA:

A imagem abaixo mostra um exemplo de uso da função SOMA. Observe que você pode somar valores contidos em células ou simplesmente incluí-los dentro da fórmula separados por ponto e vírgula.

Exemplo Função SOMA:

Leitura recomendada:




Função MÉDIA

A função MÉDIA também aparece no topo das funções do Excel mais usadas pelos usuários. Como o seu próprio nome sugere, essa função é usada para calcular a média de um intervalo de células ou de valores inseridos diretamente na fórmula.

Sintaxe =MÉDIA(núm1;[núm2];…) 

Exemplo Função MÉDIA:

No exemplo abaixo, estamos usando a função MÉDIA para calcular o intervalo de A1:A5.

Exemplo Função MÉDIA - Funções do Excel

Alternativamente você pode calcular a mesma média da seguinte maneira: =MÉDIA(40;50;30;60;20)

Leitura recomendada:

Função MÁXIMO E MÍNIMO

Se você deseja encontrar o valor mais alto ou mais baixo em um intervalo de células, então basta usar a função MÁXIMO ou MÍNIMO respectivamente.

  • Sintaxe: =MÁXIMO(núm1;[núm2];…)
  • Sintaxe: =MÍNIMO(núm1;[núm2];…)

Onde:

  • núm1, núm2,…: Núm1 é um argumento obrigatório e os números subsequentes são opcionais. De 1 a 255 números cujo valor máximo ou mínimo você deseja encontrar.

Exemplo Função MÁXIMO e MÍNIMO

No exemplo abaixo temos uma tabela contendo nomes de frutas e suas respectivas quantidades. Neste caso, estamos usando a função MÁXIMO e a função MÍNIMO para obter o maior e o menor valor no intervalo B2:B10. Para isto, usaremos as seguintes funções:

Função MÁXIMO E MÍNIMO

Leitura recomendada:

Função MAIOR e MENOR

As funções do Excel MAIOR e MENOR são bastante semelhantes às funções MÁXIMO e MÍNIMO. No entanto, com essas duas funções do Excel, você pode descobrir o maior/menor valor  k-ésimo dentre de um intervalo. Isso significa que com essas duas funções é possível encontrar o primeiro maior/menor valor, o segundo, terceiro, quarto maior/menor valor e assim por diante.

  • Sintaxe: MAIOR(matriz,k)
  • Sintaxe: MENOR(matriz,k)

Onde:

  • Matriz: Argumento obrigatório. A matriz ou intervalo de dados cujo maior/menor valor k-ésimo você deseja determinar.
  • K: Campo obrigatório. A posição (do maior ou menor) na matriz ou intervalo de célula de dados a ser fornecida.

Exemplo Função MAIOR e MENOR

No exemplo abaixo, temos uma lista com notas dos alunos de uma classe. Neste caso podemos calcular as maiores e as menores notas da seguinte maneira:

Primeira Maior Nota: =MAIOR(B2:B8;1)
Segunda Maior Nota: =MAIOR(B2:B8;2)
Primeira Menor Nota: =MENOR(B2:B8;1)
Segunda Menor Nota: =MENOR(B2:B8;2)

Função MAIOR e MENOR - funções mais importantes do Excel

Leitura recomendada:




Função CONT.NÚM

Se você precisa saber quantas células em um determinado intervalo contêm valores numéricos (números ou datas), então é possível utilizar a função CONT.NÚM para obter a resposta rapidamente.

Sintaxe: CONT.NÚM(valor1;[valor2];…)

Exemplo Função CONT.NÚM

No exemplo abaixo, temos alguns valores na coluna A e desejamos obter a quantidade de números contidos nessa coluna.

Para isto, usaremos função CONT.NÚM da seguinte maneira: =CONT.NÚM(A1:A5)

Exemplo Função CONT.NÚM

Função CONT.VALORES

Enquanto a função CONT.NÚM lida apenas com as células que contêm números, a função CONT.VALORES conta todas as células que não estão em branco, sejam elas números, datas, horas, texto, valores lógicos de VERDADEIRO e FALSO, erros ou cadeias de texto vazias (” “):

Sintaxe: CONT.VALORES(valor1;[valor2];…)

Exemplo Função CONT.VALORES

No exemplo abaixo, temos alguns valores na coluna A e desejamos obter a quantidade de valores (texto, número, data, etc) contidos nessa coluna.

Para isto, usaremos função CONT.VALORES da seguinte maneira: =CONT.VALORES(A1:A5)

Funções mais usadas no Excel - Função CONT.VALORES

Função POTÊNCIA

A função POTÊNCIA, como o próprio nome sugere, é usada para calcular potenciação no Excel.

Sintaxe: =POTÊNCIA(número;potência)

Onde:

  • número: Campo obrigatório. Representa o número base. Pode ser qualquer número real ou célula.
  • potência: Campo obrigatório. Representa o expoente para o qual a base é elevada.

Exemplo Função POTÊNCIA

No exemplo abaixo estamos calculando a potência 2 elevado a 4. Para isto, basta usar a seguinte fórmula:  =POTÊNCIA(2;4) ou =POTÊNCIA(A4;B4) 

Exemplo - Função POTÊNCIA

Leitura recomendada:

Função ALEATÓRIOENTRE

Se você precisa gerar números aleatórios no Excel, então a função ALEATÓRIOENTRE pode te ajuda.
A função ALEATÓRIOENTRE retorna um número aleatório inteiro entre os números especificados. Um novo número aleatório inteiro será retornado sempre que a planilha for calculada.

Sintaxe =ALEATÓRIOENTRE(inferior;superior)

Onde:

A sintaxe da função ALEATÓRIOENTRE tem os seguintes argumentos:

  • Inferior: Argumento obrigatório. O menor inteiro que ALEATÓRIOENTRE retornará.
  • Superior: Argumento obrigatório. O maior inteiro que ALEATÓRIOENTRE retornará.

Exemplo Função ALEATÓRIOENTRE:

A imagem abaixo apresenta dois exemplos de uso da função ALEATÓRIOENTRE.

Função ALEATÓRIOENTRE - funções mais importantes do Excel

Importante: Quando uma planilha é recalculada inserindo-se uma fórmula ou dados em uma célula diferente, ou ao recalcular manualmente (pressione F9), um novo número aleatório é gerado para qualquer fórmula que usa a função ALEATÓRIOENTRE.

Função ARRED

A função ARRED é usada para arredondar valores no Excel. Essa função faz o arredondamento de um número de acordo com a quantidade de dígitos especificada na própria função.

Sintaxe: =ARRED(número, núm_dígitos)

Onde:

  • número: Campo obrigatório. Representa o número ou a referência de célula que contém o número que você deseja arredondar.
  • núm_dígitos: Campo obrigatório. Representa o número de dígitos para o qual você deseja arredondar o argumento número.

Importante:

  • A função ARRED arredonda os números 1-4 para baixo e arredonda os números 5-9 para cima.
  • A função ARRED arredonda os números para um nível especificado de precisão. Você pode arredondar valores para a direita ou para a esquerda do ponto decimal.
  • Se núm_dígitos for maior do que 0, o número é arredondado para o número especificado de casas decimais à direita do ponto decimal.
  • Se núm_dígitos dor menor do que 0, o  número é arredondado para a esquerda do ponto decimal (ou seja, para o próximo 10, 100, 1000, etc.).
  • Se núm_dígitos for igual a 0, o número é arredondado para o inteiro mais próximo.

Exemplo Função ARRED:

No exemplo abaixo o valor 115,826 é arredondado para 115,83. Observe que valores de 1 a 4 são arredondados para baixo e valores de 5 a 9 são arredondados para cima.

Como arredondar números no Excel

Leitura recomendada: 




Função SOMARPRODUTO

O objetivo básico da função SOMARPRODUTO é multiplicar e, em seguida, somar matrizes.

Sintaxe: =SOMARPRODUTO(matriz1;[matriz2];[matriz3];…)

Onde:

  • matriz1, matriz2, etc são intervalos contínuos de células ou matrizes cujos elementos você deseja multiplicar e, em seguida, somar.

O número mínimo de matrizes para poder usar a função é 1. Nesse caso, se houver apenas uma única matriz, a função SOMARPRODUTO simplesmente soma todos os elementos da matriz e retorna o resultado da soma.

Exemplo Função SOMARPRODUTO:

No exemplo abaixo, estamos usando a função SOMARPRODUTO para calcular o total em vendas de acordo com a quantidade e o preço de cada produto. Observe que neste caso, você não precisa calcular o subtotal de cada venda individual, pois a função SOMARPRODUTO já realiza todo o cálculo automaticamente e apresenta apenas o total geral.

somarproduto - funções do Excel

Leitura recomendada:

Função EXATO

A função EXATO compara duas cadeias de textos e retorna VERDADEIRO caso eles sejam exatamente iguais ou FALSO caso contrário. A função EXATO faz a diferenciação entre caracteres maiúsculos e minúsculos e ignora diferenças de formatação.

Sintaxe: =EXATO(texto1;texto2)

Onde:

  • texto1: Argumento obrigatório. A primeira cadeia de texto.
  • texto2: Argumento obrigatório. A segunda cadeia de texto.

Exemplo Função EXATO:

No exemplo abaixo temos na célula A1 o valor 1 e na célula B1 o mesmo valor. Para verificar o funcionamento da função EXATO, basta aplicá-la da seguinte maneira: =EXATO(A1;B1)

como usar a função Exato no Excel

Leitura recomendada:

Funções do Excel – Lógica

Função SE

Se tem uma função que jamais deveria ficar de fora da lista das funções do Excel mais importantes, então essa função se chama SE.

Essa função é indicada para situações onde se precisa verificar se uma condição é VERDADEIRA ou FALSA. Se for VERDADEIRA, a função retorna um valor ou referência especificada e se for FALSA, retorna outro valor ou referência especificada.

Sintaxe: =SE(teste_lógico; [valor_se_verdadeiro]; [valor_se_falso])

Onde:

  • teste_lógico:  é a condição que você deseja testar. Pode ser uma expressão lógica que pode ser avaliada como VERDADEIRO ou FALSO. Isso pode ser uma referência de célula, resultado de alguma outra fórmula, ou pode ser inserido manualmente.
  • [valor_se_verdadeiro]: (Campo Opcional). Esse é o valor retornado quando o teste_lógico é avaliado como VERDADEIRO.
  • [valor_se_falso]: (Campo Opcional). Esse é o valor retornado quando o teste_lógico é avaliado como FALSO.

Exemplo Função SE:

No exemplo abaixo, a célula A2 contém a nota de um aluno e precisamos verificar se o aluno está aprovado ou reprovado. Para obter aprovação, o aluno deverá obter uma nota maior ou igual a 5. Para isso, basta usar a seguinte fórmula:

=SE(A2>=5;”Aprovado”;”Reprovado”)

Exemplo de uso da Função SE

Leitura recomendada:

Função SOMASE

A função SOMASE trabalha de maneira semelhante à função CONT.SE, porém neste caso ela realiza somas no Excel de acordo com um critério pré-definido pelo usuário. Você pode, por exemplo, usar a função SOMASE para:

  • Somar somente as vendas realizadas pelo vendedor João;
  • Somar somente os carros na cor azul de uma lista;
  • Somar somente os produtos abaixo ou acima de um determinado valor.

Sintaxe: =SOMASE(intervalo, critérios, [intervalo_soma])

Onde:

  • Intervalo: Campo obrigatório. Representa o intervalo de células que se deseja calcular por critérios.
  • Critérios: Campo obrigatório. Podem ser representados por número, expressão, referência de célula, texto ou função. São basicamente o critério escolhido para a soma.
  • Intervalo_soma: Campo opcional. Representa o intervalo de células que contém os valores a serem somados.

Note: Critérios em formato de texto ou que incluam símbolos lógicos ou matemáticos devem estar entre aspas duplas (“). Caso os critérios forem numéricos, as aspas duplas não serão necessárias.

Exemplo Função SOMASE

No exemplo abaixo temos uma tabela com as vendas de três vendedores (Pedro, Paulo e João) e suas respectivas vendas.

Note que cada vendedor realizou mais de uma venda. Mas por alguma necessidade, precisamos saber o total de vendas somente do vendedor João. Portanto, este é o nosso critério para a soma.

Para isso, utilizaremos a função SOMASE da seguinte maneira:

=SOMASE(A2:B8;”João”;B2:B8)

Funções mais importantes no Excel - somase

Leitura recomendada:




Função CONT.SE

A função CONT.SE como o próprio nome diz, tem o objetivo de fazer uma contagem de valores que atendem a uma determinada condição.

Sintaxe: =CONT.SE(células;critério)

Onde:

  • Células: Intervalo de células onde estão os valores a serem contatos
  • Critério: Representa o termo que estamos procurando na lista.

Note: Critérios em formato de texto ou que incluam símbolos lógicos ou matemáticos devem estar entre aspas duplas (“). Caso os critérios forem numéricos, as aspas duplas não serão necessárias.

Exemplo Função CONT.SE

Na imagem abaixo temos uma lista com as frutas que foram vendidas ao longo do dia. Logo, podemos utilizar a função CONT.SE para somar cada uma das frutas da seguinte maneira: =CONT.SE(A2:A17;”Banana”)

Como usar a função Função CONT.SE no Excel

Leitura recomendada:

Função SEERRO

A função SEERRO no Excel é usada interceptar e gerenciar erros em fórmulas e cálculos. Basicamente essa função verifica uma fórmula e, se ela resultar em um erro, retorna outro valor especificado por você; caso contrário, retorna o resultado da fórmula.

Sintaxe: =SEERRO(valor;valor_se_erro)

Onde:

  • Valor: (campo obrigatório) – o que verificar se há erros. Pode ser uma fórmula, expressão, valor ou referência de célula.
  • Valor_se_erro: (campo obrigatório) – o que retornar se um erro for encontrado. Pode ser uma string vazia (célula em branco), mensagem de texto, valor numérico, outra fórmula ou cálculo.

Exemplo Função SEERRO

No exemplo abaixo estamos realizando a divisão dos valores da coluna A pelos valores da coluna B. No entanto, observe que o Excel retorna erros na fórmula quando não é possível realizar a divisão corretamente.

Neste caso, podemos tratar o erro com a função SEERRO informando uma mensagem personalizada ou simplesmente deixando a célula em branco com aspas (“”).

Exemplo Função SEERRO

Leitura recomendada:

Função E

A função E serve para determinar se uma ou mais condições são verdadeiras ao mesmo tempo.

Sintaxe: =E(lógico1;[lógico2];…)

Onde:

  • lógico1: é o primeiro teste lógico.
  • lógico2: é o segundo teste lógico.

Use a função E para testar múltiplas condições ao mesmo tempo, até 255 condições. Cada condição lógica (lógico1; [lógico2, etc.) deve ser avaliada como VERDADEIRO ou FALSO, ou ser matrizes ou referências que contenham valores lógicos.

Exemplo Função E:

No exemplo abaixo estamos verificando se o valor em A1 é maior do que 0 e menor que 5.  Para isto, usaremos a seguinte fórmula: =E(A1>0;A1<5)

Função E

Função OU

Assim como a função E, a função OU é uma função lógica para testar múltiplas condições ao mesmo tempo. A diferença aqui é que apenas um critério precisa satisfazer a uma condição para que a função retorne Verdadeiro.

Sintaxe: =OU(logico1;[logico2];…)

Exemplo Função OU

No exemplo abaixo estamos verificando se a célula A1 contém o estado do Rio de Janeiro ou São Paulo. Se satisfazer um desses testes, a função retornará VERDADEIRO, caso contrário a função retornará FALSO.

função OU no Excel

Leitura recomendada:




Funções do Excel – Busca

Função PROCV

Quando se trata de funções de busca, então pode-se dizer que a função PROCV é considerada uma das funções do Excel mais importante e mais usadas. A função PROCV tem esse nome, pois realiza buscas verticais no Excel. Você pode usá-la sempre que precisar localizar um valor em linhas de uma tabela ou de um um intervalo.

Sintaxe: =PROCV(valor_procurado;matriz_tabela;núm_índice_coluna;procurar_intervalo) 

Onde:

  • valor_procurado: É o valor que você deseja pesquisar;
  • matriz_tabela: É o intervalo de células onde você deseja encontrar o valor procurado;
  • núm_índice_coluna: É o número da coluna onde está o valor a ser encontrado.
  • procurar_intervalo: Aqui você escolhe se você quer encontrar exatamente o que você está buscando ou se algo aproximado atende a sua necessidade caso não encontre exatamente o que está buscando. Escolha 0/FALSO para obter a correspondência exara ou 1/VERDADEIRO para retornar a correspondência aproximada.

Exemplo Função PROCV

No exemplo abaixo temos a lista de jogadores da Seleção Brasileira de 1998 onde desejamos pesquisar o nome dos jogadores pelo número de suas camisas.

Deste modo, usaremos a função PROCV da seguinte maneira: =PROCV(D6;A1:B12;2;0)

Funções de busca no Excel - Função PROCV

Leitura recomendada:

Função PROCH

Apesar de não ser tão usada quanto a sua irmã PROCV, a função PROCH também merece entrar na nossa lista das funções do Excel mais importantes.

A função PROCH tem o objetivo de realizar buscas horizontais de um determinado valor de acordo com um critério estabelecido (Exemplo: Vendas do mês de Agosto, Preço de determinado produto, entre outros).

Sintaxe:

=PROCH (Valor_procurado;Matriz_tabela;Núm_índice_lin;Procurar_intervalo)

Onde:

  • Valor_procurado: Representa o valor a ser procurado na primeira linha da tabela. Este campo é obrigatório e pode ser tanto uma referência quando um valor escrito manualmente;
  • Matriz_tabela: Representa a tabela onde estão os dados a serem procurados. Este campo também é obrigatório.
  • Núm_índice_lin: Número da linha onde estão os dados a serem procurados. Este campo também é obrigatório.
  • Procurar_intervalo: Especifica se você deseja que PROCH localize uma correspondência exata ou aproximada.

Se VERDADEIRO ou omitida, uma correspondência aproximada será retornada. Se uma correspondência exata não for encontrada, o valor maior mais próximo que é menor que o valor_procurado será retornado. Se FALSO, PROCH somente localizará uma correspondência exata.

Exemplo Função PROCH

Na imagem abaixo temos a tabela de uma mercearia com cadastro de frutas e seus respectivos preços. Logo abaixo, temos um campo de pesquisa onde ao inserir o nome da fruta, desejamos obter o seu preço conforme a tabela.

Para isso, basta utilizarmos a seguinte função PROCH na célula A7: =PROCH(B6;B1:J2;2;)

Exemplo Função PROCH no Excel

Leitura recomendada:

Função LOCALIZAR

A função LOCALIZAR tem o objetivo de retornar a posição de um determinado texto dentro de uma sequência. Essa sequência deve estar dentro de uma única célula. Caso você precise retornar a posição de um valor dentro de um intervalo de células, então use a função CORRESP.

Sintaxe: =LOCALIZAR(texto_procurado;no_texto;[núm_inicial])

Onde:

  • texto_procurado: Argumento obrigatório. Representa o texto que você deseja procurar.
  • no_texto: Argumento obrigatório. Representa o texto contendo o texto que você deseja procurar.
  • núm_inicial: Argumento opcional. Especifica o caractere no qual iniciar a pesquisa.

Exemplo Função LOCALIZAR:

No exemplo abaixo, estamos usando a função LOCALIZAR para localizar diferentes tipos de textos.

Função LOCALIZAR como usar

Função CORRESP

A função CORRESP no Excel procura por um valor especificado em um intervalo de células e retorna a posição relativa desse valor.

Sintaxe: =CORRESP(valor_proc; matriz_proc; [tipo_corresp])

Onde:

  • valor_proc: (obrigatório) – o valor que você deseja encontrar. Pode ser um valor numérico, de texto ou lógico, ou uma referência de célula.
  • matriz_proc: (obrigatório) – o intervalo de células para pesquisar.
  • tipo_corresp: (opcional) – define o tipo de correspondência. Pode ser um desses valores: 1, 0, -1. O argumento tipo_corresp definido como 0 retorna apenas a correspondência exata, enquanto os outros dois tipos permitem a correspondência aproximada.

1 ou omitido (padrão) – encontre o maior valor na matriz de pesquisa que seja menor ou igual ao valor de pesquisa. Requer a classificação do array de pesquisa em ordem crescente, do menor para o maior ou de A para Z.
0 – encontre o primeiro valor na matriz que é exatamente igual ao valor de pesquisa. Nenhuma classificação é necessária.
-1 – encontre o menor valor na matriz que seja maior ou igual ao valor de pesquisa. A matriz de pesquisa deve ser classificada em ordem decrescente, da maior para a menor ou de Z para A.

Exemplo Função CORRESP:

No exemplo abaixo, temos os nomes dos alunos na coluna A e as pontuações dos exames na coluna B, classificadas do maior para menor. Para descobrir a posição de um aluno específico (por exemplo, Melissa ), use esta fórmula simples: =CORRESP(“Melissa”;A2:A8;0) ou =CORRESP(D3;A2:A8;0)

Função CORRESP para que serve

Leitura recomendada:




Função ÍNDICE

A função ÍNDICE no Excel retorna o valor de uma tabela para o número da linha e o número da coluna especificados.

Sintaxe:

  • ÍNDICE(matriz;núm_linha;[núm_coluna])
  • ÍNDICE(ref;núm_linha;[núm_coluna];[núm_área])

A função ÍNDICE possui 2 sintaxes. A primeira é usada na maioria dos casos, no entanto, no caso de pesquisas de três vias, a segunda sintaxe é usada.

Argumentos de entrada

  • matriz – um intervalo de células ou uma constante de matriz.
  • núm_linha – o número da linha a partir da qual o valor deve ser buscado.
  • [núm_coluna] –  o número da coluna a partir da qual o valor deve ser buscado. Embora este seja um argumento opcional, se o núm_linha não for fornecido, então será necessário fornecer o critério núm_coluna.
  • [núm_área] – (Critério Opcional) Se o argumento da matriz for composto de vários intervalos, esse número será usado para selecionar a referência de todos os intervalos.

Exemplo Função ÍNDICE:

No exemplo abaixo estamos usando a função ÍNDICE retornar a nota de um aluno para uma determinada disciplina.  Para encontrar as notas de Bianca, por exemplo, na matéria de Física, basta utilizar a seguinte fórmula:

=ÍNDICE($B$3:$E$10;4;2)

Função ÍNDICE como usar no Excel?

A fórmula acima especifica a matriz como $B$3:$E$10, que possui as notas de todas as matérias. Em seguida, ela usa o número da linha (4) e o número da coluna (2) para buscar as notas de Bianca em Física.

Leitura recomendada:

Função DESLOC

A função DESLOC retorna uma célula ou intervalo de células que são um número especificado de linhas e colunas da célula original ou intervalo de células

Sintaxe: =DESLOC(ref;lins;cols;altura;largura)

Onde:

  • ref: Argumento obrigatório. Representa a referência da qual você quer basear o deslocamento.
  • lins: representa o número de linhas que deseja que o Excel se mova a partir do ponto de partida.
  • cols: representa o número de colunas que deseja que o Excel se mova a partir do ponto de partida.
  • altura: é o número de linhas que se deseja para a referência fornecida.
  • largura: é o número de colunas que se deseja para a referência fornecida.

Exemplo Função DESLOC

Imagine um mapa do tesouro (um modelo fácil, que até mesmo uma criança de 4 anos poderia seguir). O ponto marcado com ‘X’ pode ser uma única célula ou um intervalo de células.

Em nosso exemplo, digamos que nosso ponto de partida é a célula A1 e o ponto marcado com ‘X’ é a célula D5.

exemplo de uso da Função DESLOC

Então, no mapa do tesouro, nossa função DESLOC ficará da seguinte maneira:

=DESLOC( começando em A1; desça 4 linhas (você estará na célula A5), então passe em 3 colunas (você estará na célula D5), incluindo a célula D5 você encontrará o tesouro em um intervalo que é 1 linha, uma coluna)

É assim que nossa função do mapa do tesouro seria lida no Excel:

=DESLOC(A1;4;3;1;1)

Leitura recomenda:

Funções do Excel – Data e Hora

Função HOJE

A função HOJE no Excel faz exatamente o que o nome indica, ou seja, retorna a data de hoje.

A sintaxe da função é a mais simples possível – ela não possui nenhum argumento. Isso significa que sempre que você precisar inserir a data de hoje no Excel, basta inserir a seguinte fórmula em uma célula:

=HOJE()

Você pode formatar o valor retornado por HOJE em qualquer formato de data interno ou personalizado. Por exemplo, desta maneira:

Funções do Excel mais importantes - Função HOJE

Função AGORA

A função AGORA pode ser usada quando você precisa exibir a data e a hora atuais em uma planilha ou calcular um valor com base na data e na hora atuais e ter esse valor atualizado sempre que abrir a planilha.

Sintaxe: AGORA()

Exemplo Função AGORA

No exemplo abaixo, estamos usando a função AGORA para inserir a data e hora do sistema em uma célula.

Função AGORA



Função DIATRABALHOTOTAL

A função DIATRABALHOTOTAL retorna a quantidade de dias úteis entre duas datas.Os dias úteis excluem os fins de semana e quaisquer datas identificadas em feriados.

Sintaxe: =DIATRABALHOTOTAL(data_inicial;data_final;[feriados])

Onde:

  • Data_inicial: Argumento obrigatório. Uma data que representa a data inicial.
  • Data_final: Argumento obrigatório. A data que representa a data final.
  • Feriados: Argumento opcional. Um intervalo opcional de uma ou mais datas a serem excluídas do calendário de dias de trabalho, como feriados estaduais e federais, e feriados móveis. A lista pode ser um intervalo de células que contém as datas ou uma constante de matriz dos números de série que representam as datas.

Exemplo Função DIATRABALHOTOTAL:

No exemplo abaixo estamos usando a função DIATRABALHOTOTAL na célula A5 para obter o número de dias úteis entre 01/01/2020 a 31/01/2020. Observe que neste caso não estamos considerado feriados.

Por outro lado, na célula C5 estamos usando novamente a a função DIATRABALHOTOTAL para obter o número de dias úteis entre 01/01/2020 a 31/01/2020, mas dessa vez estamos considerando o feriado que inserimos na célula E2.

Exemplo Função DIATRABALHOTOTAL no Excel - mais importantes

Função DATADIF

A DATADIF é uma das poucas funções do Excel não documentadas e, por estar “oculta”, você não a encontrará na guia Fórmula, nem obterá qualquer dica sobre quais argumentos inserir quando começar a digitar o nome da função na barra de fórmulas. É por isso que é importante conhecer a sintaxe completa dessa função para poder usá-la corretamente.

Essa função é usada para

Sintaxe: =DATADIF(data_inicial;data_final;unidade)

Todos os três argumentos são necessários:

  • data_inicial: representa a data inicial do período que você deseja calcular.
  • data_final: representa a data final do período.
  • unidade: representa a unidade de tempo a ser usada no cálculo da diferença entre duas datas. Ao fornecer diferentes unidades, você pode obter a função DATADIF para retornar a diferença de datas em dias, meses ou anos. No geral, estão disponíveis 6 unidades, descritas na tabela a seguir.

Funções mais importantes no Excel - Função DATADIF

Exemplo Função DATADIF:

No exemplo abaixo, suponha que você tenha a data de início na célula A2 e a data de término na célula B2 e deseja que o Excel retorne a diferença de datas em dias. Neste caso, basta usar a função DATADIF da seguinte maneira:

=DATADIF(A1;A2;”d”)

DATADIF funções do Excel mais importantes

Leitura recomendada:

Funções do Excel – Texto e Formatação

Função CONCATENAR

Outra função que não poderia faltar na nossa lista das principais funções do Excel é função CONCATENAR. A função de texto Concatenar tem o objetivo de unir duas ou até 255 cadeias de texto no Excel.

Sintaxe: =CONCATENAR(texto1,[texto2],…)

Onde:

  • texto1: É o primeiro item a ser adicionado na fórmula, este pode ser um valor de texto, referência de célula, ou um número. O campo é obrigatório.
  • texto2,… : Estes são os itens adicionais que deseja-se concatenar, pode-se ter um total de até 255 itens, ou 8.192 caracteres.

Exemplo Função CONCATENAR

No exemplo abaixo temos uma lista de nomes na coluna A e uma lista de sobrenomes na coluna B. Na coluna C estamos usando a função CONCATENAR para unir nome e sobrenome junto com um espaço em branco entre os nomes.

Para isso, na coluna C usamos a função CONCATENAR da seguinte maneira: =CONCATENAR(A2;” “;B2)

Função CONCATENAR no Excel

Leitura recomendada:

Função NÚM.CARACT

A função NÚM.CARACT realiza a contagem de todos os caracteres em uma célula e retorna um valor com a quantidade de caracteres existentes. A função possui apenas um argumento, que é obviamente obrigatório:

Sintaxe: =NÚM.CARACT(texto)

Onde:

  • texto: é a cadeia de texto para a qual você deseja contar o número de caracteres.

Exemplo Função NÚM.CARACT

  • =NÚM.CARACT(123) retorna 3, porque 3 números são fornecidos ao argumento de texto.
  • =NÚM.CARACT(“Excel”) retorna 5, porque a palavra Excel contém 5 letras. Como qualquer outra fórmula do Excel, a função NÚM.CARACT exige colocar aspas duplas nas cadeias de texto, (as aspas não são contadas).

Leitura recomendada:




Função TRANSPOR

Afunção TRANSPOR permite transferir os dados de uma tabela na vertical, para uma tabela na horizontal ou vice-versa. Com ela é possível realizar a mudança na posição dos dados de maneira mais rápida e sem complicação.

Sintaxe: TRANSPOR(Matriz)

Onde:

  • Matriz: Representa o intervalo de células que deverão ser transpostas.

Exemplo função TRANSPOR

No exemplo abaixo temos uma tabela (A1:C2) com duas linhas e 3 colunas e precisamos transformar as linhas em colunas e as colunas em linhas (ou seja, 3 linhas e 2 colunas).

Para isto, podemos usar a função TRANSPOR da seguinte maneira:

  1. Selecione o intervalo de células que irá receber a tabela no formato invertido.
  2. Em seguida, insira a função TRANSPOR no Excel da seguinte maneira: =TRANSPOR(A1:C2)
  3. Para finalizar, pressione CTRL + ALT + Enter para aplicar a fórmula.

Como usar as principais funções do Excel - Função TRANSPOR

Leitura recomendada:

Função ARRUMAR

Quando suas fórmulas do Excel (obviamente corretas) estão retornando algum erro, uma das primeiras coisas que você precisa verificar é a existência de espaços em branco nas células que você está referenciando nas fórmulas.

Existem várias maneiras de remover espaços indesejados no Excel, e a função ARRUMAR é provavelmente o método mais fácil. A função ARRUMAR remove os espaços de uma cadeira de texto, com exceção dos espaços simples entre palavras.

Sintaxe: =ARRUMAR(texto)

Exemplo Função ARRUMAR

No exemplo abaixo, temos alguns valores na coluna A que contém espaços extras. Observe que ao usar a função ARRUMAR em cada célula, os espaços são removidos, mantendo apenas um único espaço entre cada palavra.

Função ARRUMAR para que serveLeitura recomenda:

Função REPT

A função REPT é usada repetir um texto em um determinado número de vezes, ou seja, você pode utilizar a função REPT para preencher uma célula com um número de repetições de uma cadeia de texto.

Sintaxe: =REPT(texto, número_vezes)

Onde:

  • texto: o texto a repetir. Você pode especificar isso com aspas duplas ou usar a referência de célula.
  • número_vezes: o número de vezes que o texto deve ser repetido. Você pode especificar o número digitando-o manualmente na fórmula ou usar a referência da célula.

Exemplo função REPT

O exemplo abaixo mostra o uso básico da função REPT onde estamos repetindo a letra A 5 vezes em uma célula. Para isto, usamos a função =REPT(“a”;5)

Função REPT

Leitura recomendada:

Função MAIÚSCULA e MINÚSCULA

Dentre as principais funções do Excel que trabalham com textos, as funções MAIÚSCULA e MINÚSCULA são consideradas algumas das principais. As funções MAIÚSCULA e MINÚSCULA como o próprio nos diz, convertem uma cadeia de texto para maiúsculo ou minúsculo respectivamente.

  • Sintaxe: =MAIÚSCULA(texto)
  • Sintaxe: =MINÚSCULO(texto)

Onde:

  • texto: representa a cadeia de texto que se deseja converter para maiúsculo ou minúsculo, podendo ser um texto inserido diretamente na fórmula ou uma referência de célula.

Exemplo Função MAIÚSCULA e MINÚSCULA

No exemplo abaixo, estamos usando a função MAIÚSCULA para converter todo o texto em A3 para maiúsculo. Por outro lado, na célula C4 estamos usando a função MINÚSCULA para converter o texto em A4 para minúsculo.

MAIÚSCULA e MINÚSCULA no Excel

Função PRI.MAIÚSCULA

Se você precisa converter uma grande quantidade de texto de modo que a primeira letra de cada palavra fique no formato maiúscula e as demais letras em minúsculo, então utilize a função PRI.MAIÚSCULA.

Sintaxe: =PRI.MAIÚSCULA(texto)

Onde:

  • texto: representa a cadeia de texto que se deseja converter a primeira letra em maiúsculo e de demais em minúsculo.

Exemplo Função PRI.MAIÚSCULA:

No exemplo abaixo estamos convertendo os textos da coluna A para que todos eles comecem com a letra maiúscula e as demais letras em minúsculo. Observe que independente do formato original, a função sempre vai retornar a primeira letra maiúscula e as demais em minúsculo.

primeira maiúscula no Excel


Função ESQUERDA e DIREITA

A função DIREITA retorna o último caractere ou caracteres em uma cadeia de texto, com base no número de caracteres especificado. Já e função ESQUERDA retorna o primeiro caractere ou caracteres em uma cadeia de texto, com base no número de caracteres especificado.

  • Sintaxe: =DIREITA(texto,[núm_caract])
  • Sintaxe: =ESQUERDA(texto,[núm_caract])

Onde:

  • texto: Argumento obrigatório. A cadeia de texto que contém os caracteres que você deseja extrair.
  • núm_caract: Argumento opcional. Especifica o número de caracteres que DIREITA / ESQUERDA deve extrair.

Exemplo Função DIREITA e ESQUERDA:

No exemplo abaixo estamos usando a função DIREITA na célula C2 para extrair os 4 últimos dígitos de um número de telefone.

Por outro lado, na célula C3, estamos usando a função ESQUERDA para extrair os 4 primeiros dígitos de um número de telefone.

Funções do Excel Função ESQUERDA e DIREITA

Leitura recomenda:

Função ÉTEXTO

A função ÉTEXTO verifica se um valor é um texto e retorna VERDADEIRO caso positivo ou FALSO caso o valor não seja um texto.

Sintaxe: =ÉTEXTO(valor)

Onde:

  • valor: Argumento obrigatório. Representa o valor a ser analisado e pode ser uma referência de célula ou um valor inserido na própria função.

Exemplo Função ÉTEXTO:

No exemplo abaixo estamos verificando se os valores da coluna A são texto. Note que a função retornará VERDADEIRO caso positivo ou FALSO caso o valor não seja um texto.

Exemplo Função ÉTEXTO

Função ÉNUM

Função ÉNUM é muito semelhante à função ÉTEXTO, porém neste caso, ela verifica se um valor é um número e retorna VERDADEIRO caso positivo ou FALSO caso o valor não seja um número. Valores no formato de data são considerados como números para a função ÉNUM.

Sintaxe: =ÉNUM(valor)

Onde:

  • valor: Argumento obrigatório. Representa o valor a ser analisado e pode ser uma referência de célula ou um valor inserido na própria função.

Exemplo função ÉNUM:

No exemplo abaixo, estamos verificando se os valores da coluna A são números. Note que a função retornará VERDADEIRO caso positivo ou FALSO caso o valor não seja um número.

Função ÉNUM

Função CARACT

A função CARACT é usada para retornar caractere especificado por um número.

Sintaxe: =CARACT(número)

Onde:

  • número: Argumento obrigatório. Deve ser um número entre 1 e 255 que especifica qual caractere você deseja. O caractere é proveniente do conjunto de caracteres usado pelo computador.

Exemplo Função CARACT:

O exemplo abaixo mostra o uso da função CARACT. Observe que a função retorna um carácter específico para o seu respectivo código. Confira aqui a tabela completa de caracteres que você pode usar na função CARACT.

Função CARACT para que serve

Função SUBSTITUIR

A função SUBSTITUIR é usada quando se deseja colocar um novo_texto no lugar de texto_antigo em uma cadeia de texto. Você pode usar essa função quando quiser substituir texto específico em uma cadeia de texto.
Observação: Se você quiser substituir qualquer texto que ocorra em um local específico de uma cadeia de texto, então use a função MUDAR.

Sintaxe: =SUBSTITUIR(texto;texto_antigo;novo_texto;[núm_da_ocorrência])

Onde:

  • Texto: Argumento obrigatório. O texto ou a referência a uma célula que contém o texto no qual deseja substituir caracteres.
  • Texto_antigo: Argumento obrigatório. O texto que se deseja substituir.
  • Novo_texto: Argumento obrigatório. O texto pelo qual deseja substituir texto_antigo.
  • Núm_da_ocorrência: Argumento opcional. Especifica que ocorrência de texto_antigo se deseja substituir por novo_texto. Se especificar núm_da_ocorrência, apenas aquela ocorrência de texto_antigo será substituída. Caso contrário, cada ocorrência de texto_antigo no texto é alterada para novo_texto.

Exemplo Função SUBSTITUIR:

A imagem abaixo mostra quatro exemplos diferentes de uso da função SUBSTITUIR:

Função SUBSTITUIR - funções do Excel


Função TEXTO

Para completar a nossa lista das funções do Excel mais importantes, temos a função TEXTO. A função TEXTO é usada para alterar o modo de exibição de um número aplicando formatação a ele com códigos de formatação. Isso pode ser útil quando você deseja exibir números em um formato mais legível ou deseja combinar números com texto ou símbolos.

Sintaxe: =TEXTO(valor;formato_texto)

Onde:

  • valor: Argumento obrigatório. Representa o valor que você deseja formatar;
  • formato_texto: Argumento obrigatório. Representa o código de formatação que deseja aplicar.

Exemplo Função TEXTO:

A imagem abaixo mostra três diferentes exemplo de uso da função TEXTO no Excel.

Função TEXTO

Confira também as seguintes dicas de Excel:

E então, o que achou do post com as 40 principais Funções do Excel? Conhece alguma outra função que merece entrar na lista? Deixe o seu comentário abaixo e continue acompanhando mais dicas de Excel em nosso site!