Potenciação no Excel: 2 métodos para você calcular

Quer aprender a fazer cálculos de Potenciação no Excel? Então você está no lugar certo!

A potenciação (também conhecida como Exponenciação) é um operação matemática que aprendemos na escola e que causa arrepios para muitas pessoas só de lembrar.

Mas você sabia que é possível usar o Excel para calcular a potenciação de maneira prática e rápida. Se interessou? Então confira a seguir 2 métodos para você dominar o cálculo de potenciação no Excel hoje mesmo.


Já está interessado(a) no que vem por aí? Então compartilhe com sua rede de amigos para que mais pessoas possam aprender a calcular Potenciação no Excel:

Facebook

Twitter

Google+

LinkedIn

Afinal, o que é Potenciação?

Afinal, você se lembra o que é potenciação? Essa operação matemática é aprendida na escola, mas com o passar dos anos muitas pessoas acabam se esquecendo dela.

De maneira bem simplificada, a potenciação nada mais é do que elevar um número a outro.

Potenciação no Excel como calcular

Exemplos:

  • 23 = 8 ou seja, 2 elevado a 3 ou (2 x 2 x 2 = 8)
  • 43 = 64  ou seja, 4 elevado a 3 ou (4 x 4 x 4 = 64)
  • 10² = 100 ou seja, 10 elevado a 10 ou (10 x 10 = 100)

Parece fácil, não é mesmo? Mas e se tivermos que calcular, por exemplo, 4233 ou quem sabe 45018? Para uma pessoa “normal”, realizar esses cálculos de cabeça é praticamente impossível e mesmo usando uma calculadora científica pode resultar em um grande trabalho.

Mas a boa notícia é que você pode calcular potenciação no Excel de maneira prática. Vejamos a seguir como isso é possível.

Como calcular a Potenciação no Excel?

Basicamente existem dois métodos para o cálculo exponencial no Excel. Neste caso, você pode realizá-lo com o uso do operador ^ (acento circunflexo) ou usar a função POTÊNCIA. Vejamos a seguir cada um dos métodos:


Método 1: Usando o operador (^)

No Excel, o operador (^) simboliza a potência de um número (ou célula) a outro número.

Exemplo 1:

Para calcularmos a potência de 2 elevado a 4, podemos usar o operador (^) da seguinte maneira:

Potenciação no Excel usando o Usando o operador (^)

Na imagem acima, =2^4 no Excel é o mesmo que 2na Matemática. Como resultado, temos:

Exponenciação no Excel usando o Usando o operador (^)

Exemplo 2:

Podemos calcular a potenciação no Excel com o operador (^) também usando referência de células. Veja o exemplo abaixo:

Exemplo 3: 

Uma maneira um pouco mais complexa de calcular potenciação, é simplesmente realizar cálculos de soma, subtração, multiplicação e divisão dentro do próprio expoente.

Um exemplo seria a operação 23+2 que basicamente é o mesmo que 2 elevado a 3 + 2 ou simplesmente 2 elevado a 5.

Para calcularmos esse tipo de operação no Excel com o operador (^), basta incluir o cálculo do expoente entre parenteses conforme mostram os exemplos abaixo:

Tipo de operação Operação na Matemática Operação no Excel Resultado
Soma 23+2 =2^(3+2) 32
Subtração 105-2 =10^(5-2) 1000
Multiplicação 52×2 =5^(2*2) 625
Divisão 210/2 =2^(10/2) 32



Método 2: Usando a função POTÊNCIA

Outra opção para calcular potenciação no Excel é utilizando a função POTÊNCIA do Excel. Sua sintaxe é:

=POTÊNCIA(número;potência)

Onde:

  • número: Campo obrigatório. Representa o número base. Pode ser qualquer número real ou célula.
  • potência: Campo obrigatório. Representa o expoente para o qual a base é elevada.

Exemplo:

Usando o mesmo exemplo anterior, podemos calcular 2 elevado a 4 com a função POTÊNCIA da seguinte maneira:

Função função POTÊNCIA

Outros exemplos:

Fórmula Descrição Resultado
=POTÊNCIA(10;6) 10 elevado a 6 1000000
=POTÊNCIA(3,5;5,7) 3,5 elevado a 5,7 1262,373452
=POTÊNCIA(9;1/8) 9 elevado a 1/8 1,316074013
=POTÊNCIA(2;2+1) 2 elevado a 2+1 8
=POTÊNCIA(3;4-2) 3 elevado a 4-2 9
=POTÊNCIA(5;10/2) 5 elevado a 10/2 3125
=POTÊNCIA(4;2*2) 4 elevado a 2×2 256

Dicas extras

Por fim, para complementar o aprendizado, vale a pena relembrar alguns conceitos matemáticos relacionados às potências:

  • Se uma base tiver seu expoente igual a 1, então o resultado é a própria base. Exemplo: 10é simplesmente 10;
  • Se uma base tiver seu expoente igual a 0, então o resultado é 1. Exemplo: 14é igual a 1;
  • Se o expoente for igual a -1, então basta inverter a base. Exemplo: 21-1 é igual a 1/2 ou seja, 0,5
  • Se o expoente for negativo e diferente de -1, basta inverter a base e elevar o conteúdo todo à potência com expoente positivo. Exemplo: 2-3 ficaria =(1/2)3 ou 2-3 = (1/2)3
  • Se a base for igual zero, o resultado será zero, independente do valor do expoente. Exemplo: 0é igual a 0;
  • Se a base for negativa e expoente ímpar, resultado negativo. Exemplo: (-2)3 = (-2) x (-2) x (-2) = -8;
  • Se a base for negativa e expoente for par, o resultado será positivo. Exemplo: (-3)2 = (-3) x (-3) = 9;



Onde usar potenciação?

Se você não costuma usar potenciação em seu dia a dia, provavelmente deve estar se perguntando em que ocasiões esse tipo de operação matemática pode ser usada. E para responde a essa pergunta, listamos alguns exemplos de aplicações práticas:

  • Cálculo de Juros Compostos (M = P . (1 +  i)n
  • Para expressar números grandes (notação científica). Exemplo: A distância entre o Sol e a Terra é de aproximadamente 150 milhões de quilômetros (150 000 000), podendo ser expresso utilizando a seguinte notação decimal: 1,5 x 108. (base: 10, expoente: 8).
  • Para expressar números pequenos. Exemplo: 0,0000000005 = 5 * 10–10 (base: 10, expoente: –10).

Leia também:

E então, o que achou da dica sobre potenciação no Excel? Deixe o seu comentário abaixo, gostaríamos muito de conhecer a sua opinião! Para conferir mais dicas de Excel, continue acompanhando o Excel Easy!