Tabela dinâmica no Excel – Um tutorial passo a passo

Quer aprender a criar uma Tabela Dinâmica no Excel? Então você está no lugar certo!

A melhor parte de se usar uma Tabela Dinâmica é que, mesmo que você não saiba nada no Excel, ainda pode fazer coisas impressionantes com um entendimento bem básico. E então, pronto para aprender a usar esse recurso poderoso do Excel? Confira os detalhes a seguir:


Já está interessado(a) no que vem por aí? Então compartilhe com sua rede de amigos para que mais pessoas possam aprender a criar Tabela Dinâmica no Excel:

Facebook

Twitter

Google+

LinkedIn

O que é uma tabela dinâmica e por que você deve aprender a criá-la?

Uma tabela dinâmica é uma ferramenta no Excel que permite resumir e manipular rapidamente grandes conjuntos de dados (com alguns cliques).

Mesmo se você for absolutamente novo no mundo do Excel, poderá usar facilmente uma Tabela Dinâmica. É tão fácil quanto arrastar e soltar cabeçalhos de linhas / colunas para criar relatórios. Suponha-se que você tenha um conjunto de dados conforme mostrado abaixo:

Neste exemplo temos dados fictícios de vendas com 1000 linhas. Note que os dados de vendas estão classificados por região, tipo de varejo e cliente.

Agora, imagine que você precise obter dados como:

  • Quais foram as vendas totais na região Sul em 2016?
  • Qual tipo de varejo possui maior valor em vendas?
  • Como o desempenho do Cliente A se compara a tipos de varejo do sul?

Talvez você possa usar algumas funções do Excel para obter as respostas para essas perguntas, mas e se de repente o seu chefe aparecer com uma lista de mais cinco perguntas? Você terá que voltar aos dados e criar novas fórmulas toda vez que houver uma mudança. E é justamente aqui que criar uma Tabela Dinâmica pode ser muito útil.


Inserindo uma tabela dinâmica no Excel

Abaixo estão os passos para criar uma tabela dinâmica no Excel usando os dados mostrados acima:

  • Clique em qualquer lugar no conjunto de dados.
  • Acesse a guia Inserir > Tabelas > Tabela Dinâmica.

Na caixa de diálogo Criar Tabela Dinâmica, as opções padrão funcionam bem na maioria dos casos. Alguns detalhes:

  • Tabela/Intervalo: é preenchido por padrão com base no seu conjunto de dados. Se os dados não tiverem linhas / colunas em branco, o Excel identificará automaticamente o intervalo correto. Você pode alterar isso manualmente, se necessário.
  • Se você deseja criar a Tabela Dinâmica em um local específico, na opção “Escolha onde deseja que o relatório de tabela dinâmica seja colocado“, especifique o local. Senão, uma nova planilha é criada com a Tabela Dinâmica.

  • Clique em OK para finalizar.

Assim que você clicar em OK, uma nova planilha será criada com a tabela dinâmica.

Embora a tabela dinâmica tenha sido criada, você não verá dados nela. Tudo o que você vê é o nome da Tabela Dinâmica e uma instrução de linha única à esquerda e os Campos da Tabela Dinâmica à direita.

Agora, antes de analisarmos os dados usando essa Tabela Dinâmica, vamos entender cada um dos elementos.


Componentes de uma Tabela Dinâmica no Excel

Para usar uma Tabela Dinâmica no Excel de maneira eficiente, é importante conhecer os seus componentes.

Nesta seção, você aprenderá sobre:

  • Cache Dinâmico
  • Área de Valores
  • Área de linhas
  • Área de Colunas
  • Área de Filtros

Cache Dinâmico

Assim que você cria uma Tabela Dinâmica usando os dados, algo acontece no back-end. O Excel tira um instantâneo dos dados e os armazena em sua memória. Este instantâneo é chamado de Cache Dinâmico.

Quando você cria exibições diferentes usando uma Tabela Dinâmica, o Excel não volta para a fonte de dados, em vez disso, usa o Cache Dinâmico para analisar rapidamente os dados e fornecer o resumo / resultados.

A razão pela qual um cache dinâmico é gerado é otimizar o funcionamento da tabela dinâmica. Mesmo quando você tem milhares de linhas de dados, uma tabela dinâmica é super rápida ao resumir os dados. Você pode arrastar e soltar itens nas caixas de linhas / colunas / valores / filtros e ele atualizará instantaneamente os resultados.

Importante: Uma desvantagem do cache dinâmico é que ele aumenta o tamanho da sua pasta de trabalho. Como é uma réplica dos dados de origem, quando você cria uma tabela dinâmica, uma cópia desses dados é armazenada no Cache Dinâmico.

Área de Valores

A área de valores é o que mantém os cálculos / valores.

Com base no conjunto de dados mostrado no início do tutorial, se você quiser calcular rapidamente o total de vendas por região em cada mês, poderá obter uma tabela dinâmica conforme mostrado abaixo (veremos como criá-lo mais tarde no tutorial) .

A área destacada em laranja é a área de valores.

Área de Valores - Tabela Dinâmica

Área de Linhas

Neste exemplo, ele tem o total de vendas em cada mês para as quatro regiões. Os títulos à esquerda da área de valores fazem a área de linhas.

No exemplo abaixo, a área de Linhas contém as regiões (destacadas em vermelho):

Área de Colunas

Os títulos no topo da área Valores fazem a área Colunas. No exemplo abaixo, a área Colunas contém os meses (destacados em vermelho):

Área de Colunas - Tabela Dinâmica

Área de Filtros

A área de filtros é um filtro opcional que você pode usar para detalhar ainda mais o conjunto de dados.

Por exemplo, se você quiser apenas ver apenas vendas para o Cliente A, você pode selecionar essa opção no menu suspenso (destacado na imagem abaixo), e a Tabela Dinâmica atualizará apenas com os dados especificados.

Área de Filtros - Tabela Dinâmica

Analisando dados usando a tabela dinâmica

Para analisar dados usando uma Tabela Dinâmica, você precisa inicialmente decidir como deseja que o resumo de dados apareça no resultado final. Por exemplo, você pode querer todas as regiões à esquerda e as vendas totais ao lado dela. Depois de ter essa clareza em mente, basta arrastar e soltar os campos relevantes na tabela dinâmica.

Na seção Campos da Tabela Dinâmica você tem os campos e as áreas (como destacado abaixo):

Campos da Tabela Dinâmica

Os campos são criados com base nos dados de back-end usados ​​para a tabela dinâmica. A seção Áreas é onde você coloca os campos e, de acordo com a localização de um campo, seus dados são atualizados na Tabela Dinâmica.

É um mecanismo simples de arrastar e soltar, onde você pode simplesmente arrastar um campo e colocá-lo em uma das quatro áreas. Assim que você fizer isso, ele aparecerá na tabela dinâmica na planilha.

Como usar uma Tabela Dinâmica

Usando os passos acima, agora iremos reforçar o aprendizado mostrando algumas pesquisas em nossa base de dados usando a Tabela Dinâmica criada.

Quais foram as vendas totais na região sul?

Arraste o campo Região na área Linhas e o campo Receita na área Valores. Ele atualizaria automaticamente a Tabela Dinâmica na planilha.

Observe que, assim que você soltar o campo Receita na área Valores, ele se tornará Soma da receita. Por padrão, o Excel soma todos os valores de uma determinada região e mostra o total. Se desejar, você pode alterar isso para as métricas de contagem, média ou outras estatísticas. Neste caso, a soma é o que precisávamos.

A resposta para essa pergunta seria 21225800.

Quais são os cinco principais varejistas em vendas?

Arraste o campo Cliente na área Linha e o campo Receita na área de valores. No caso, existem outros campos na seção de área e será necessário removê-los, para isso basta selecioná-lo e arrastá-lo para fora.

Você terá uma tabela dinâmica como mostrado abaixo:

Note que, por padrão, os itens (nesse caso, os clientes) são classificados em ordem alfabética.

Para obter o cliente com maior receita, você pode simplesmente classificar essa lista. Para fazer isso:

  • Clique com o botão direito do mouse em qualquer célula na área Valores. Acesse a opção Classificar > Classificar Maior para Menor.

c

Isso lhe dará uma lista classificada com base no total de vendas.

Esperamos que este tutorial tenha te fornecido uma visão geral básica sobre Tabelas Dinâmicas do Excel e ajude você a começar a usá-las.

E então, o que achou da dica para criar Tabela Dinâmica no Excel? Deixe o seu comentário abaixo, gostaríamos muito de conhecer a sua opinião! Para conferir mais dicas de Excel, continue acompanhando o Excel Easy!