Juros Compostos no Excel: Como Calcular?

Quer aprender a calcular Juros Compostos no Excel? Então você está no lugar certo!

“Juro composto é a oitava maravilha do mundo. Quem entende, ganha. Quem não entende, paga”, já dizia Albert Einstein.

Presente diariamente na vida das pessoas, o juro composto pode ser muito vantajoso quando se trata de investimentos ou um grande pesadelo quando se trata de dívidas. Mas afinal, você sabe como calcular Juros Compostos no Excel? Confira o passo a passo que preparamos para você!


Já está interessado(a) no que vem por aí? Então compartilhe com sua rede de amigos para que mais pessoas possam aprender a calcular juros compostos no Excel:

Facebook

Twitter

Google+

LinkedIn

O que é juros compostos?

Antes de aprendermos como calcular Juros compostos no Excel, vamos entender o que é de fato Juros Compostos.

Juro composto é a adição de juros à soma principal de um empréstimo (dívida) ou de um investimento, ou em outras palavras, juros sobre juros.

Se você é novato no assunto de Juros Compostos, então a melhor maneira de aprender este conceito é analisando alguns exemplos.

Para isso, suponha que você invista R$1000,00 em uma conta bancária que promete dar a você 10% de retorno no final do ano. Então, no final do ano 1, você receberá R$1100,00 (ou seja, R$1000,00 + R$100,00).

Agora, como você não usou o dinheiro imediatamente, você deixou que ele na conta, o banco fez a sua parte e acrescentou 10% no final do segundo ano. Como você tinha R$1100,00 na conta, o banco paga 10% de juros sobre R$1100,00 (que inclui os R$1000,00 que você investiu no início e os juros de R$100,00 que você ganhou no final do primeiro ano). Então você acaba com R$1210,00.


Diferença entre Juros Simples e Juros Compostos

Agora que você já entendeu o conceito de Juros Compostos, deve estar se perguntando. Ok, mas qual a diferença do juro composto para o juro simples?

Juros Simples: Simplesmente calcula o valor dos juros com base no investimento inicial, número total de anos e taxa de juros. Por exemplo, se você investir R$1000,00 por 20 anos a uma taxa de 10%, receberá R$3000,00 ao final de 20 anos (ou seja, R$1000,00 do seu investimento inicial e R$2000,00 dos juros simples).

Juros compostos: Por outro lado, calcula juros sobre o valor dos juros. Então, se você investir R$1000,00 por 20 anos a 10%, o primeiro ano crescerá para R$1100,00. No segundo ano, seu investimento crescerá para R$1210,00 (isso acontece como no segundo ano, você ganha juros sobre R$1100,00 e não sobre R$1000,00). Ao final de 20 anos, os juros compostos farão com que seu investimento aumente para R$6727,50.

Como você pode notar, o investimento com juros compostos cresceu duas vezes em comparação com o investimento com juros simples.

Os juros simples são calculados sobre o valor principal ou original de um empréstimo. Os juros compostos são calculados sobre o valor do principal e também sobre os juros acumulados de períodos anteriores e podem, portanto, ser considerados como “juros sobre juros”.


Como calcular Juros Compostos no Excel

Na matemática, para calcularmos juros compostos, utilizamos a seguinte fórmula:

Fórmula de Juros compostos

Onde:

J = valor do juros
C = Capital inicial
i = taxa de juros
n = tempo de aplicação (mês, bimestre, trimestre, semestre, ano…)

Se você investe R$1000,00 a uma taxa de juros compostos de 10% ao ano. Quanto de juros você terá ao final do primeiro ano?

J=1000[(1+0,10)1-1]
J= R$100

Utilizando o mesmo conceito, podemos calcular os juros compostos no Excel da seguinte maneira:

juros compostos no Excel como calcular

Se alterarmos a quantidade de anos, podemos ver facilmente o quanto de rendimento teremos ao longo dos anos.

Calculando juros compostos no Excel

Você deve ter notado que nos exemplos acima usamos o tempo do investimento em ano. No entanto, é muito comum que o juros compostos também sejam calculados em meses, trimestres, semestres, etc. Vejamos como fica nesses casos.

Composição Trimestral

No caso de composição trimestral, os juros compostos podem ser calculados usando a fórmula abaixo:

Juro Composto =C*(i/4)^(n*4)

calcular juros compostos usando o Excel

Composição Mensal

Para uma composição mensal, os juros compostos podem ser calculados usando a fórmula abaixo:

Juro Composto =C*(i/12)^(n*12)

calcular juro composto no Excel

Observe que à medida que o número de períodos aumenta, o valor do seu investimento futuro aumenta. Nos exemplos mostrados acima, o valor na composição mensal é maior.

Da mesma forma, você pode calcular o valor do investimento com composição semanal (use N*52) ou composição diária (use N*365).


Juros Compostos no Excel com a função VF

Além das fórmulas mostradas acima, você também pode usar a função VF para calcular juros compostos no Excel.

VF é uma função financeira no Excel que é usada para calcular os valores futuros dos investimentos.

Sintaxe: VF(taxa,nper,pgto,[vp],[tipo])

Onde:

Taxa: Obrigatório. A taxa de juros por período.
Nper: Obrigatório. O número total de períodos de pagamento em uma anuidade.
Pgto: Obrigatório. O pagamento feito a cada período; não pode mudar durante a vigência da anuidade. Geralmente, pgto contém o capital e os juros e nenhuma outra tarifa ou taxas. Se pgto for omitido, você deverá incluir o argumento vp.
Vp: Opcional. O valor presente ou a soma total correspondente ao valor presente de uma série de pagamentos futuros. Se vp for omitido, será considerado 0 (zero) e a inclusão do argumento pgto será obrigatória.
Tipo: Opcional. O número 0 ou 1 e indica as datas de vencimento dos pagamentos. Se tipo for omitido, será considerado 0.

Aqui está a fórmula que lhe dará o valor futuro dos investimentos:

Juros Compostos no Excel com a função VF

#Bônus: Calculadora de Juros compostos no Excel

Como bônus, estamos disponibilizando gratuitamente uma planilha para você calcular dos juros compostos dos seus investimentos no Excel. Baixe aqui.

calculadora de juros compostos no Excel

Leia também:

E então, o que achou da dica sobre como calcular Juros Compostos no Excel? Deixe o seu comentário abaixo, gostaríamos muito de conhecer a sua opinião! Para conferir mais dicas de Excel, continue acompanhando o Excel Easy!