Como comparar colunas no Excel [Exemplos práticos]

Quer aprender a comparar colunas no Excel? Então você encontrou o tutorial certo!

Comparar colunas no Excel é algo que muitos usuários fazem diariamente, não sendo por acaso recebemos constantemente esse tipo de dúvida. Isso pode ser feito de muitas maneiras diferentes, e o método a ser usado dependerá da forma como os dados estão estruturados na planilha e do que o usuário pretende.

Por exemplo, você pode querer comparar duas colunas e localizar ou realçar todos os dados em comum (que estão em ambas as colunas) ou apenas as diferenças (onde uma informação está em uma coluna e na outra não), etc.

E pensando nisso, criamos este tutorial para te mostrar as diferentes maneiras de comparar colunas no Excel. Confira!


Já está interessado(a) no que vem por aí? Então compartilhe com sua rede de amigos para que mais pessoas possam aprender a comparar colunas no Excel:

Facebook

Twitter

Google+

LinkedIn

Comparar colunas no Excel para correspondência de linha exata

Esta é a forma mais simples de comparar colunas no Excel. Neste caso, você precisa fazer uma comparação linha a linha e identificar quais linhas têm os mesmos dados e quais não.

Exemplo: Comparar células na mesma linha

Abaixo temos um conjunto de dados que precisamos verificar se o nome na coluna A é o mesmo na coluna B ou não.

Como comparar colunas

Se houver uma correspondência, precisamos do resultado como “VERDADEIRO” e, se não houver correspondência, precisamos do resultado como “FALSO”.

A fórmula abaixo fará isso:

=A1=B1

comparação de colunas


Exemplo: Comparar Células na Mesma Linha (usando a função SE)

Se você quiser obter um resultado mais descritivo, você pode usar a função SE simples para retornar “Igual” quando os nomes forem iguais e “Diferente” quando os nomes forem diferentes.

=SE(A1=B1;”Igual”;”Diferente”)

Comparar colunas no Excel com a função SE

Note: Caso você queira tornar a comparação sensível a letras maiúsculas e minúsculas, use a seguinte a seguinte função:

=SE(EXATO(A1;B1);”Igual”; “Diferente”)

Com a fórmula acima, ‘Apple’ e ‘apple’ seriam considerados dois nomes diferentes, portanto, retornaria ‘Diferente’.

Exemplo: Realçar linhas com dados correspondentes

Outra opção para comparar colunas no Excel é usar a Formatação Condicional. Esse recurso pode ser muito útil caso você não queira usar uma coluna auxiliar conforme mostrado nos dois exemplos anteriores.

Abaixo estão os passos para fazer isso:

  • Selecione o conjunto de dados que você deseja comparar
  • Acesse a guia Página inicial > Formatação Condicional > Nova Regra

Nova regra formatação condicional

  • Na caixa de diálogo “Nova regra de formatação”, clique em “Usar uma fórmula para determinar quais células devem ser formatadas“.

No campo de fórmula, insira a fórmula: =$A1=$B1

  • Clique no botão Formatar… e especifique o formato que você deseja aplicar às células correspondentes.
  • Clique em OK para finalizar

Observe que todas as células onde os nomes são os mesmos em cada linha serão formatados.

comparar colunas com formatação condicional


Comparar duas colunas e destacar correspondências

Há casos onde você pode ter conjuntos de dados onde há correspondências, mas elas podem não estar na mesma linha. Algo como mostrado abaixo:

Observe que a lista na coluna A é maior que a de B. Além disso, alguns nomes estão presentes nas duas listas, mas não na mesma linha (como Amazon, Apple, Coca Cola, etc).

Se você quiser destacar todos os nomes em comum, poderá fazer isso usando a formatação condicional.

Abaixo estão os passos para fazer isso:

  • Selecione o conjunto de dados que você deseja comparar
  • Acesse a guia Página inicial > Formatação Condicional > Realçar Regra das Células > Valores Duplicados

Valores duplicados no Excel

  • Na caixa de diálogo ‘Valores Duplicados’, verifique se ‘Duplicados‘ está selecionado. Especifique uma formatação e clique em OK para finalizar.

Como resultado temos:

Formatação condicional - valores duplicados

Importante: A regra de formatação condicional duplicada não faz distinção entre lestras maiúsculas e minúsculas. Portanto, ‘Walmart’ e ‘walmart’ são consideradas as mesmas e seriam destacadas como duplicatas.


Exemplo: Comparar duas colunas e destacar dados não correspondentes

Caso você queira destacar os nomes que estão presentes em uma lista e não na outra, você também pode usar a formatação condicional para isso.

  • Selecione o conjunto de dados que você deseja comparar
  • Acesse a guia Página inicial > Formatação Condicional > Realçar Regra das Células > Valores Duplicados
  • Na caixa de diálogo ‘Valores Duplicados’, selecione a opção “Exclusivos“. Especifique uma formatação e clique em OK para finalizar.

Isso lhe dará o resultado como mostrado abaixo. Ou seja, o Excel irá destacar todas as células que possuem um nome que não está presente na outra lista.

Comparar colunas no Excel - valores exclusivos

Comparar duas colunas e encontrar pontos de dados ausentes

Se você quiser identificar se um ponto de dados de uma lista está presente na outra lista, será necessário usar as fórmulas de pesquisa.

Suponha que você tenha um conjunto de dados conforme mostrado abaixo e queira identificar os nomes que estão presentes na coluna A, mas não na coluna B,

Comparar colunas no Excel - PROCV

Para fazer isso, podemos usar a seguinte fórmula PROCV

=ÉERROS(PROCV(A2;$B$1:$B$11;1;0))

Essa fórmula usa a função PROCV para verificar se um nome da empresa na coluna A está presente na coluna B ou não. Se estiver presente, ele retornará esse nome da coluna B, senão ele retornará um erro #N/D.

Esses nomes que retornam o erro #N/D são os que estão faltando na coluna B.

A função ÉERROS retornará VERDADEIRO se o resultado de PROCV for um erro e FALSO se não for um erro.

Se você deseja obter uma lista de todos os nomes onde não há correspondência, é possível filtrar a coluna de resultados para obter todas as células com VERDADEIRO.

Você também pode usar a função CORRESP para fazer o mesmo:

=NÃO(ÉNÚM(CORRESP(A2;$B$1:$B$11;0)))


Comparar duas colunas e puxar os dados correspondentes

Se você tiver dois conjuntos de dados e quiser comparar itens em uma lista com a outra e buscar o ponto de dados correspondente, será necessário usar as fórmulas de pesquisa.

Exemplo: Extrair dados em comum (exatos)

Por exemplo, na lista abaixo, queremos buscar o valor de mercado para a coluna 2. Para fazer isso, precisamos procurar esse valor na coluna 1 e depois buscar o valor de avaliação de mercado correspondente.

Extrair dados em comum (exatos)

Abaixo está a fórmula que fará isso:

=PROCV(D2;$A$2:$B$12;2;0)




Exemplo: Extrair dados em comum (parciais)

No caso de você obter um conjunto de dados em que haja uma pequena diferença nos nomes nas duas colunas, usar as fórmulas de pesquisa mostradas no exemplo acima não funcionará.

Essas fórmulas de pesquisa precisam de uma correspondência exata para fornecer o resultado correto. Há uma opção de correspondência aproximada na função PROCV ou CORRESP, mas isso não pode ser usado aqui.

Suponha que você tenha o conjunto de dados conforme mostrado abaixo. Observe que há nomes que não estão completos na Coluna 2 (como Apple em vez de Apple Inc e Alibaba em vez de Alibaba Group).

Neste caso, podemos usar uma pesquisa parcial usando caracteres curinga .

A fórmula a seguir fornecerá o resultado correto neste caso:

=PROCV(“*”&D2&”*”;$A$2:$B$12;2;0)

ou

=ÍNDICE($A$2:$B$12;CORRESP(“*”&D2&”*”;$A$2:$A$12;0);2)

Extrair dados em comum (parciais)

No exemplo acima, o asterisco (*) é um caractere curinga que pode representar qualquer número de caracteres. Quando o valor de pesquisa é concatenado em ambos os lados, qualquer valor na Coluna 1 que contenha o valor de pesquisa na Coluna 2 seria considerado como uma correspondência.

Por exemplo, *Apple* seria uma correspondência para a Apple Inc (pois * pode representar qualquer número de caracteres).

Baixe aqui a planilha com os exemplos apresentados neste tutorial.

E então, o que achou do artigo sobre como comparar colunas no Excel? Deixe o seu comentário abaixo, gostaríamos muito de conhecer a sua opinião! Para conferir mais dicas de Excel, continue acompanhando o Excel Easy!